CS Ecoturismo

» Salto livre » SC

Imbituba

Amplo e moderno clube de salto no litoral catarinense

Informações técnicas:

10000ft (máximo)
200km/h (média da velocidade máxima)

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Localizado próximo ao litoral sul de Santa Catarina, em uma das regiões com uma das baías mais bonitas do país e capital nacional da baleia Franca, o clube de salto livre de Imbituba fica localizada no bairro de Barra de Ibiraquera, em um ponto estratégico. Inaugurado em 2015 pela operadora Skyzimba, o local possui instalações modernas e bastante amplas. Outro atrativo do local é a proximidade com o litoral catarinense, que permite aos praticantes saltos com um visual incrível.

Além da aterragem dentro da área do aeroclube, existe também a possibilidade (de acordo com a programação do clube) de realizar o procedimento em uma área reservada na própria praia de Ibiraquera. Sem dúvidas, o clube já se forma como um dos melhores pontos para salto livre do país.

O local ainda realiza cursos para a formação de paraquedistas. Maiores informações sobre o curso, clique aqui.

Dúvidas comuns

1 - Qual a idade mínima para a realização do salto duplo?
R: A idade varia de acordo com a operadora. Em geral, as operadoras realizam saltos duplo com menores de idade, desde que o responsável autorize por escrito.

2 - Existe alguma limitação de peso?
R: Em geral, os equipamentos aguentam uma grande carga de peso. Porém, dependendo da operadora, pode existir existir restrições para pessoas com mais de 85 Kgs. Mas esta variação de tolerância de peso varia de operadora para operadora. Verifique com a operadora qual a limitação de peso.

3 - E se o instrutor desmaiar durante o salto?
R: As chances de desmaiar são extremamente baixas devido ao alto nível de adrenalina e outros hormônios estimulantes que são liberados durante o salto.

4 - E se o paraquedas não abrir?
R: O instrutor irá saltar sempre com um paraquedas reserva. Em caso de falha do paraquedas principal, ele acionará o reserva. Em última instância, caso o instrutor esteja em queda livre em uma determinada altitude e não tiver acionado o paraquedas, um sistema, o AAD, abrirá o paraquedas reserva automaticamente.

5 - Qual o risco de pousar em cima de um fio da rede elétrica ou uma casa?
R: Em geral, as áreas de prática de voo livre são proprícias devido à grande área livre para manobras sem obstáculos. Além disto, tanto o paraquedas principal quanto o reserva são totalmente dirigíveis, permitindo um nível de precisão muito grande, tornando bem difícil esta possibilidade. Além disto, o instrutor é uma pessoa extremamente qualificada para atuar com as mais adversas situações.

6 - Como é o pouso?
R: O pouso geralmente é bem suave, pousando em pé. Em algumas vezes, sentando após pisar no chão devido ao desequilíbrio do passageiro com o ângulo e dinâmica do pouso, porém, de forma suave.

7 - Existe o risco de um vento levar para longe do local do pouso?
R: O salto nunca é realizado com ventos fortes. Além disto, o salto sempre considera uma pequena margem de deslocamento. E, como o paraquedas é totalmente dirigível, é possível utilizar as forças a favor e contra o vento para aproximar-se da área do pouso.

8 - E como é a pressão e falta de ar durante o salto?
R: A altura do lançamento é, no máximo, de 10.000 pés, o que equivale a 3.048 metros de altitude. Esta altitude é menor do que muitas cidades da região das cordelheira dos Andes. E o tempo de exposição à altitude é muito pouca, fazendo com que seja praticamente imperceptível os efeitos da altitude. A respiração é feita normalmente.

9 - O passageiro precisa realizar algum esforço físico?
R: Não. Nenhum esforço físico é realizado pelo passageiro em um salto duplo. As únicas observações ficam em relação ao posicionamento e a obediência de outras orientações, que são passadas e simuladas ainda em terra, antes do voo.

Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Salto
Aterragem
Aterragem
Aterragem

O centro de salto livre possui fácil localização. Na BR 101, na pista sentido Florianópolis, deve-se seguir pela rodovia até o Km 279, entrando na saída para Sambaqui e Arroio e no acesso ao World Center Fashion.

Na agulha de saída e em frente ao World Center, haverá uma rua transversal à rodovia (Rua Vereador Venicio Luiz Borges), devendo acessá-la. Seguir por essa rua por 1,8 quilômetro, entrando na pequena rua existente à esquerda, seguindo até o final por 200 metros, terminando já dentro do clube.


Veja o mapa (Google Maps):

Veja também outras informações relacionadas à esta atividade!


Informações complementares



Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!