CS Ecoturismo

» Trekking » GO

Travessia Leste - Chapada dos Veadeiros (Alto Paraíso de Goiás)

Uma travessia que pode durar até 7 dias, com visuais de tirar o fôlego!

Informações técnicas:

Intermediária / Difícil
90km (variável de acordo com o roteiro)
7 dia(s) (limite)

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Considerado um patrimônio natural mundial e dentro da Área de Proteção Ambiental de Pouso Alto, a Chapada dos Veadeiros possui uma travessia que impressiona por sua beleza. Começando em Alto Paraíso, esta trilha segue até o Povoado do Bandeira, em São João D´Aliança, em um percurso de quase 90 quilômetros.

Em uma região rica em cristais de quartzo que iluminam todo o percurso, a primeira passagem é pela nascente do rio São Bartolomeu. Logo após, chega-se à cachoeira do Rio Cristal, um complexo com 6 pequenas cachoeiras de águas cristalinas. Segue-se pelo topo da cachoeira da Água Fria, que possui 130 metros divididos em vários segmentos. A cachoeira também é considerada uma boa pedida para realizar um cascading (rapel na cachoeira) de 45 metros em um de seus segmentos e ter uma visão completa do vale dos Órfãos. Ali, também, encontram-se vestígios de uma antiga mina de extração de cristais que existia na região. Pode-se efetuar uma descida para chegar à parte baixa da cachoeira e efetuar um precioso mergulho.

Após, segue-se para o vale do Moinho, e logo passar por ele começa a descida até o povoado de Moinho. Tendo percorrido por mais de 15 quilômetros, ali existem alguns locais (inclusive com camping) que pode-se descansar e preparar-se para o segundo dia de viagem.

Após o moinho, dá-se início ao trajeto rumo ao Macaco. No início é realizado uma subida de 400 metros da Serra Geral do Paranã, de onde apresenta-se uma bela vista do vale do Moinho, Cachoeira da Água Fria e todo o percurso feito anteriormente. Segue-se pela margem do rio Ferreirinha e, após 13 quilômetros de caminhada, chega-se ao topo da cachoeira do Sertão Zen, com seus imponentes 150 metros de queda. Ali é momento para apreciar o visual da região, antes de iniciar uma grande descida rumo ao vale do Rio Macaco.

Neste momento, dependendo do horário, pode-se optar por procurar um local para passar a noite, aonde existe a possibilidade de acampar ou dormir em ocas na comunidade-tribo do Arco-Íris, em um ambiente rústico.

Outra opção é seguir as águas cristalinas do Rio Macaco até chegar nas cachoeiras do Vale do Rio Macaco. O local é um grande complexo de cachoeiras e cânions de quase 100 metros onde destaca-se a cachoeira da Escadaria, uma queda positiva de 30 metros e, em seguida, a Catedral com 50 metros de queda (aonde pode-se fazer um cascading) e uma enorme piscina natural com dois níveis.

Depois, após mais de 10 quilômetros chega-se no vale do Macaquinho, afluente do rio Macaco pela margem direita. A partir daí, a trilha sobe 200 metros de altura pela direita do vale do rio Macaco, percorre 5 quilômetros pelo cerrado de altitude, descortinando belas vistas do final da Chapada e do Vão do Paranã e desce pelo lado esquerdo do vale do Macaquinho.

O percurso pelo Rio Macaquinho, afluente do rio Macaco pela margem direita, têm 300 metros de desnível e forma grandes cachoeiras e cânions com piscinas de águas verdes esmeralda e paredes de quartzito, quando sai da Chapada dos Veadeiros. Em um percurso de 2 quilômetros por este cânion, é possível visitar as 3 primeiras cachoeiras: Poço do Sereno, cânion da Pedra Furada, cachoeira da Caverna e cachoeira dos Dois Saltos, local onde o Macaquinho encontra com o rio Fundão na queda, entrando em um cânion com 40 metros de altura. A travessia termina na cidade de São João da Aliança.

Observações:

  1. Esta travessia pode ser realizada em um período de 3 até 7 dias, dependendo do condicionamento físico dos participantes, como também a escolha sobre os locais (como as cachoeiras) que serão visitadas ou não. Quanto maior o tempo na região, melhor as oportunidades de conhecer melhor a região e o seu meio-ambiente.
  2. Não é permitido a entrada do parque sem a companhia de um guia credenciado pelo ICMBio.
  3. Este roteiro apresentou apenas alguns dos atrativos da região, tendo em vista inúmeros outros atrativos existentes no roteiro que podem ser aproveitados pelos participantes.
  4. O roteiro descrito não constitui um roteiro básico e obrigatório a ser realizado pelas operadoras e guias. Portanto, consulte a sua operadora ou guia sobre quais atrativos estão disponíveis no roteiro contratado.

Visual

Chapada dos Veadeiros

Veja também outras informações relacionadas à esta atividade!


Referências por palavra-chave



Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!