CS Ecoturismo

» Trekking » MG

Circuito Janela do Céu (Parque est. do Ibitipoca)

Circuito com diversos atrativos com destino ao principal atrativo do parque estadual do Ibitipoca

Informações técnicas:

IEF MG - Parque Estadual do Ibitipoca


E-mail(s) / Site(s)

peibitipoca@meioambiente.mg.gov.br

Telefone(s)

+55 (32) 3281-1101 » Brasil

Informações gerais

» Horário de funcionamento: das 07:00 às 18:00.
  * Entrada até às 17:00 e até às 17:30 para quem for realizar o camping.
  * O parque não funciona às segundas-feiras, desde que estas não sejam em Feriados e em período de férias escolares.
  * O centro de visitantes funciona nos dias úteis das 08:00 às 13:00. Aos finais de semana e feriados das 08:00 ao 12:00 e das 13:00 às 15:00. Este período podendo ser estendido em casos de aumento no número de visitantes.
  * O centro administrativo funciona das 08:00 até às 17:00, de segunda-feira à sexta-feira. Outros dias, somente mediante agendamento.
  * A loja de venda de souvenires fica aberta das 08:00 até às 17:00.

» O limite de visitantes é limitado à 300 (trezentas) pessoas por dia nos dias úteis e 800 (oitocentas) pessoas aos sábados, domingos, feriados nacionais ou estaduais. O parque costuma ter grande número de visitantes. Portanto, em dias de maior movimento, tente chegar cedo.

» Tarifas:
  * Dias de semana, R$ 10,00.
  * Finais de semana e feriados (federais e estaduais): R$ 20,00.
  * Passeios de bicicleta (sob agendamento): R$ 50,00.
  * Crianças até 5 anos não pagam.
  * Estudantes e idosos pagam meia entrada (levar documentação).

» Estacionamento
  * R$ 15,00 para motos; R$ 20,00 para automóveis até 7 lugares; R$ 50,00 para veículos com mais de 7 lugares. Bicicletas são gratuitas.
  * Limite de 30 vagas.
  * Caso queira estacionar fora do parque, a área permitida para estacionamento mais próxima, fica à uns 500 metros de distância da sede do parque.

» Camping
  * Diária (qualquer dia), por pessoa: R$ 20,00.

» Não é permitido entrar com animais de estimação.

» Não é permitido a prática de esportes de aventura no interior do parque. Somente a caminhada é permitida.

» Não é permitido acampar fora da área delimitada.

» Levar protetor solar. Grande parte dos roteiros é feito com exposição ao sol.

» Caso vá visitar alguma gruta, levar lanterna.
Intermediária
Em todo o percurso
Descoberto em todo o percurso
1488ha
16,5km (circuito completo)
8:00 (ida e volta)
1784m (Lombada - ponto mais alto do parque)

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

O principal atrativo do parque, o circuito Janela do Céu, é um atrativo na qual é possível realizar caminhos distintos tanto para a ida quanto para a volta, em um roteiro de mais de 16 quilômetros com atrativos e visuais únicos.

O circuito Janela do Céu

Os atrativos deste roteiro - que, dependendo da escolha do visitante, pode ser invertido - incluem:

  1. Gruta dos Coelhos
  2. Prainha
  3. Gruta do Monjolinho
  4. Lagoa Seca
  5. Cachoeirinha
  6. Janela do Céu
  7. Gruta dos Fugitivos
  8. Gruta dos Três Arcos
  9. Gruta dos Moreiras
  10. Lombada
  11. Gruta da Cruz
  12. Cruzeiro

O visitante tem a opção de ir por um caminho e voltar pelo outro ou, simplesmente voltar pelo mesmo caminho. A volta completa possui uma extensão total de 16,5 quilômetros e desnível aproximado de 450 metros. O início (ou final) desta trilha inicia-se próximo à lanchonete e a outra ponta da trilha tem seu término (ou origem) uns 500 metros antes do centro de visitantes.

A gruta dos Coelhos é uma gruta que pode ser visitada em qualquer circuito, pois está localizado entre o centro de visitantes e a aŕea de camping. É formado por diversos túneis bem apertados, na qual em uma delas há uma saída também para a parte de trás da gruta.

A prainha é formada por piscinas naturais banhadas geradas pelas águas do rio do Salto. No local também há uma pequena faixa de areia para aproveitar o local. Seu acesso é bastante facilitado, pois fica a uns 5 minutos da área de camping. Devido à esta proximidade, o local é um dos mais cheios durante os finais de semana, principalmente por famílias com crianças.

Atravessando a ponte de madeira existente no local, continua-se em direção à gruta do Monjolinho. Ao chegar no ponto sinalizado da gruta, deve-se descer uma pequena escadaria de madeira até chega no pequeno lago formado em frente à gruta. A gruta possui uma rocha vazada por baixo, que ao passar por debaixo d'água por este buraco, chega-se à uma outra extremidade dentro da gruta  que possui uma pequena cachoeira exclusiva para quem enfrenta este desafio.

Voltando da escadaria e seguindo adiante por uns 660 metros, tempos depois haverá uma bifurcação. Para a frente, há uma subida em direção ao pico do Pião, roteiro do circuito do Pião. Deve-se virar à esquerda, aonde o trajeto segue o seu rumo em direção à Janela do Céu. Alguns quilômetros adiante, chega-se na lagoa Seca. Não é uma lagoa, exatamente. É uma grande faixa de areia pelo caminho acompanhado de gramas por um longo trecho, formando uma paisagem diferente do habitual.

Já próximo à Janela do Céu, é possível ter o incrível visual da região. Chega-se em um ponto aonde é necessário efetuada uma descida por uma escada de madeira. Ao final desta escada, é possível ter a visão da Cachoeirinha e de sua faixa de areia, aonde é possível parar um pouco para relaxar. Apesar do nome diminutivo, a Cachoeirinha é uma cachoeira que possui uma queda d'água de quase 30 metros de altura, formado pelas águas do rio Vermelho. Em sua base, há uma faixa de areia aonde é possível descansar da longa jornada empreendida. Durante algumas horas do dia, é possível que o sol reflita no local, permitindo ainda uma experiência única de estar na areia, pegando sol na cachoeira. Deve-se retornar ao topo pela escadaria para seguir até a Janela do Céu, pela trilha que continua logo à frente, ao término da subida. Após mais 20 minutos de caminhada, em um trecho sinalizado.

A Janela do Céu é o maior atrativo do parque e o ponto mais visitado pelos que realizam as caminhadas do parque. O local possui uma visão estonteante da Serra da Mantiqueira e também formada por uma queda d'água misturada. A cachoeira Janela do Céu é formada por 7 quedas em cascata que terminam em um poço, com uma altura de mais de cem metros. Há a opção de ir até o leito de onde começa a queda do rio Vermelho para formar a cachoeira através de uma escadaria feita em madeira. O local possui uma ótima visão para fotos. Porém, deve-se tomar cuidados para não escorregar nas pedras. Não é possível ir até a base da cachoeira, somente na parte alta. Momento de contemplar a beleza do local.

Ao optar por retornar pela Lombada, acabam-se os atrativos aquáticos. As opções restantes (e também bastante atraentes) são um conjunto de grutas, o Cruzeiro e a Lombada, este último o ponto mais alto do parque. Continuando o caminho, agora em uma ascensão não muito inclinada, porém, extensa.

Após andar por quase 2 quilômetros, chega-se à gruta dos Moreiras. Um pouco após, fica a entrada para a gruta dos Fugitivos. Esta gruta está ligada à gruta dos Três Arcos e bem próxima à gruta dos Moreiras. A gruta dos Fugitivos é um corredor na qual em seu final há um caminho que seguirá até a gruta dos Três Arcos. A gruta dos Fugitivos possui este novme é devido as suspeitas que o local foi utilizado por escravos em fuga.

A gruta dos Três arcos é formada por um grande salão aonde a rocha forma 3 grandes aberturas em formato de arcos que são iluminados. Devido à estas aberturas, não é necessária a utilização de lanternas dentro dela.

O ponto mais alto do parque, a Lombada, fica a 1.784 metros de altitude e faz parte do caminho em direção à Janela do Céu. Do seu topo, é possível ver quase toda a região, em uma cadeia de morros que parece não ter fim das serras da região. Distante quase 1,3 quilômetro da gruta dos Três Arcos, o seu ponto referencial é uma torre de comunicação que fica próximo ao local.

A gruta da Cruz fica localizado próximo ao Cruzeiro. Seu acesso é um pouco antes (de quem vem da Janela do Céu) do Cruzeiro, em uma pequena trilha localizada ao lado esquerdo. Possui uma entrada bem estreita. O acesso à gruta é facilitado por escadas de madeira e também por rampas. No meio da gruta, há uma grande abertura superior onde, dependendo do horário, a luz solar entra iluminando a gruta. A saída é realizada por uma outra abertura, na qual caminha-se por alguns metros para retornar próximo ao ponto de entrada e retornar à trilha.

Observações:

  • Clique no link contendo o nome do parque em Administrador no quadrante de informações técnicas para obter informações e as normas de acesso e conduta do parque.
Amanhecer
Estrada
Parque
Parque
Relógio
Mapa
Visual
Trilha
Prainha
Prainha
Trilha
Trilha
Trilha
Monjolinho
Monjolinho
Monjolinho
Monjolinho
Trilha
Trilha
Trilha
Lagoa
Lagoa
Lagoa
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Cachoeirinha
Cachoeirinha
Cachoeirinha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Janela
Janela
Janela
Janela
Janela
Trilha
Trilha
Trilha
Fugitivos
Fugitivos
Fugitivos
Fugitivos
Gruta
Gruta
Gruta
Gruta
Gruta
Gruta
Gruta
Moreiras
Moreiras
Trilha
Trilha
Trilha
Lombada
Lombada
Lombada
Trilha
Trilha
Trilha
Cruzeiro
Cruzeiro
Cruzeiro
Gruta
Gruta
Gruta
Cruzeiro
Cruzeiro
Trilha
Trilha
Trilha
Noite
Noite

Para se chegar ao parque, é necessário chegar até o distrito de Conceição de Ibitipoca. Para isto, o melhor caminho é pegar a BR 267 (Rodovia Presidente Itamar Franco). Esta rodovia, para quem vai em direção à Leopoldina (MG), faz entroncamento com a BR 116, aonde inicia-se.

Deve-se entrar na cidade de Lima Duarte, aonde há sinalização para ter acesso à estrada LMG 871. O acesso por esta estrada é de chão batido e deve-se ter muito cuidado com os buracos existentes no caminho. Após percorrer por 27 Km desta estrada, chega-se em Conceição de Ibitipoca, aonde após mais 4 Km cruzando a cidade, haverá a portaria do parque.

De ônibus:

Para chegar em Conceição de Ibitipoca de ônibus, deve-se pegar um ônibus até Lima Duarte e, dali, pegar outro ônibus.
Para chegar em Lima Duarte, é necessário pegar um ônibus que sai da rodoviária de Juiz de Fora. Os ônibus saem geralmente às 14:00 e chegam em Lima Duarte às 15:10. Este transporte é feito pela empresa Bassamar. Chegando em Lima Duarte, às 15:15 sae um ônibus da empresa Vimara em direção à Conceição de Ibititpoca. O horário previsto de chegada é às 17:00.

Os horários dos ônibus podem variar a qualquer instante. Por isto, recomenda-se entrar em contato com as empresas para confirmar os dias e horários das viagens.

Lima Duarte x Conceição de Ibitipoca
Segunda à sexta: 06:30 e 15:15
Sábados, domingos e feriados: 7:30 e 15:15

Conceição de Ibitipoca x Lima Duarte
Segunda à sexta: 08:30 e 17:00
Sábados, domingos e feriados: 9:30 e 17:00

Viação Bassamar » (32) 3215-1109
Vimara » (32) 3281-1390


Google Maps:

Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!