CS Ecoturismo

» Trekking » RJ

Açude do Camorim (Parque est. da Pedra Branca)

Um belo e grande açude em plena região de Jacarepaguá

Informações técnicas:

INEA RJ - Parque Estadual da Pedra Branca


E-mail(s) / Site(s)

Telefone(s)

+55 (21) 2332-6608 » Brasil
Núcleo Pau da Fome
+55 (21) 21233-3525 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 2333-5251 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 3417-3642 » Brasil
Núcleo Camorim

Endereço(s)

Estrada do Pau-da-Fome, 4003
Jacarepaguá
Rio de Janeiro (RJ)
22723-490

Núcleo Pau da Fome
Rua do Governo, (ao final)
Realengo
Rio de Janeiro (RJ)
21770-100

Núcleo Piraquara
Estrada de Camorim, 2118
Camorim
Rio de Janeiro (RJ)
22780-070

Núcleo Camorim

Informações gerais

» O parque não cobra taxa de entrada.

» Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 08:00 às 17:00.

» Não é permitido o camping dentro do parque.
Fácil
Não existente, mas possui direção definida
Protegido do sol em todo o percurso
3km
1:30

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Localizado no Parque Estadual da Pedra Branca, o açude do Camorim é uma das mais belas construções em mata atlântica da cidade.

A trilha para o açude começa na estação de tratamento da CEDAE, responsável pelo tratamento das águas da região. Esta estação, que foi construída em 1912, é um dos diversos elementos históricos que é possível encontrar dentro do parque. Já neste ponto é possível apreciar a bela queda d’água represada que forma uma cascata que desce do açude até a estação de tratamento. Haverá uma placa indicativa no local marcando o início da trilha

A trilha é fácil, sendo frequentada, inclusive, por idosos e crianças. É constituída de uma riquíssima flora com bastante jequitibás e diversas variedades de plantas e árvores. Algumas dessas árvores possuem mais de 300 anos! Além disso, a região possui uma grande variedade de animais nativos da mata Atlântica. Alguns, inclusive, encontram-se em risco de extinção.

Nos minutos iniciais do percurso, do topo de uma pedra existente, é possíve ter uma visão da Baixada de Jacarepaguá, do autódromo e da Barra da Tijuca. Após 50 minutos de caminhada, deve-se pegar uma descida bem íngreme em direção à cachoeira do Camorim, que também é uma opção convidativa para descanso.

Após a voltar à trilha, o caminho segue por uma região mais plana aonde começam a aparecer as pedras utilizadas na construção da represa. Um pouco depois, já é possível ter uma visão magnífica do açude, com seus 4 Km de perímetro e cercada pelas serras do Nogueira e do Pico do Sacarrão. Apesar de toda a beleza do local, o banho no açude é vedado e proibido, pois o mesmo ainda é responsável pelo abastecimento de água para milhares de moradores da região.
Existe uma pequena trilha na qual é possível fazer todo o contorno do açude, que possui quase ¼ do tamanho da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Observações:

  • É necessário efetuar o registro na sede do parque para efetuar a trilha, mediante agendamento prévio. Entrar em contato com a sede Camorim.

Açude
Açude
Açude
Cachoeira

Para chegar ao núcleo Camorim, deve-se pegar a estrada dos Bandeirantes e seguir até o bairro de Camorim. Dali, acessa-se a estrada do Camorim e segue-se até a entrada do parque, em um percurso de 2,7 quilômetros.

Para quem pretende ir de transporte público, é necessário descer na estrada dos Bandeirantes (próximo ao número 8000) e caminhar até a sede do parque.
Linhas existentes:

  • 348 - Castelo x Riocentro
  • 368 - Castelo x Riocentro
  • 757 - Cascadura x Riocentro

Veja o mapa (Google Maps):

Clique aqui para inserir um comentário

Total: 1 comentário(s)

Heloisa Marques em
gostaria de participar de trekking no Rio de janeiro a partir do proximo fim de semana, dia 9 de julho. peço que me informem como fazer para participar.
gRata, heloisa
0 0