CS Ecoturismo

» Trekking » RJ

Pedra Assentada (Parna Itatiaia)

Uma intrigante formação rochosa dentro do PNI

Informações técnicas:

ICMBio - Parque Nacional do Itatiaia


E-mail(s) / Site(s)

Telefone(s)

+55 (24) 3352-1292 » Brasil
+55 (24) 3352-2288 » Brasil
+55 (24) 3352-6894 » Brasil

Endereço(s)

Estrada do Parque Nacional, Km 8,5
Itatiaia (RJ)
27580-000

Caixa Postal 83.657

Informações gerais

» Funcionamento da parte baixa: das 08:00 às 17:00.
» Funcionamento da parte alta: entrada das 07:00 às 14h30. A permanência até às 18:00.

» A tarifa de entrada no parque é de R$ 25,00.
    * Brasileiros possuem 50% de desconto e moradores do entorno 90%.
    * Para cada dia adicional, o visitante paga 50% (finais de semana e feriados) ou 90% (dia útil) do valor pago no valor da diária. Ou seja: R$ 6,25 (finais de semana e feriados) ou 1,25 (dia útil) no dia adicional (a partir do 2º dia).
    * Há dias que os descontos para os moradores do entorno não serão válidos (consulte o guia do visitante).
    * O desconto não é válido para os abrigos e campings.
    * Menores até 12 anos de idade e maiores a partir de 60 anos são isentos de taxas.
    * Para maiores informações, consulte o guia dos visitantes do parque (link abaixo) ou entre em contato com o parque.

» Abrigo Rebouças e Abrigo Água Branca - R$ 10 por dia e por pessoa;
» Camping Rebouças - R$ 6 por dia e por pessoa

» Ciclismo somente nas estradas.

» Pernoite somente nos abrigos e campings: abrigo Rebouças, abrigo Água Branca, camping do Rebouças e camping no abrigo Massena e no rancho Caído.

» Piquenique somente nos quiosques do Lago Azul, gramados do centro de visitantes na parte baixa. Na parte alta, no abrigo Rebouças e nos atrativos.

» Normas de conduta, equipamentos mínimos necessários para levar em áreas de escalada e outras informações, consultar o guia do visitante.

» Valores consultados em 28/11/2014. Consulte o guia do visitante ou entre em contato com o parque para verificar se não houve alteração nos preços.

» Guia do visitante: http://www.icmbio.gov.br/parnaitatiaia/guia-do-visitante.html
Intermediária
Somente em pontos chaves
2,453km

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Com 2.453 metros de altitude, a pedra Assentada (ou pedra Sentada) é um local que não costuma ser muito frequentado, porém, para os que chegam até lá, são presenteados com um belo visual.

A trilha segue em sua parte inicial pelo mesmo trajeto que a trilha do pico das Prateleiras. Saindo do abrigo Rebouças, segue-se pela trilha por quase 1 hora quase 1 hora, passando por perto de outros atrativos do parque, como a Pedra da Tartaruga e a Pedra da Maçã. Ao chegar na parte final da trilha, próximo à base do pico das Prateleiras, deve-se pegar o caminho à esquerda, passando pela pedra da Tartaruga e a pedra da Maçã. Durante todo o tempo é possível ver a formação rochosa do local, embora não seja possível ver o seu cume. Ao se aproximar da base da pedra, é necessário passar por cima de várias blocos de pedra (trepa-pedra). Chega-se à um platô, de onde é possível ver de bem perto a pedra arredondada que deu origem ao nome do morro, devido ao fato de estar assentada sobre uma outra pedra.

Porém, para chegar ao topo desta pedra é necessário desescalar do platô por uma rampa vertical e efetuar uma escalada (na qual são exigidos equipamentos de segurança e conhecimentos técnicos em escalada). Do alto da pedra é possível ver diversos pontos do parque, como o pico das Prateleiras e o pico das Agulhas Negras.

Abrigo Rebouças e camping

Construído na década de 1950 e considerado o abrigo em maior altitude do país, a 2.350 metroa de altitude, o abrigo, além de ser uma parada para os visitantes que permanecem mais de um dia no parque, também possui a característica de ser um ponto de referência inicial para quem deseja ir para diversos atrativos do parque, como o pico das Prateleiras, pico das Agulhas Negras, do rio Aiuruoca, devido as trilhas de acesso terem o local como seu ponto inicial. O seu nome é em homenagem ao geólogo André Pinto Rebouças (1838-1898).

Depois de uma obra estrutural realizada em 2006, o abrigo atualmente possui estrutura para acomodar 16 visitantes, além de uma área de camping em sua parte externa. Para pernoitar no abrigo, deve-se efetuar a reserva antecipadamente. Maiores informações, consulte o manual de normas e reservas do abrigo, disponível em: http://www.icmbio.gov.br/parnaitatiaia/images/stories/Normas_UP/normas_reserva_e_uso_abrigo_reboucas.pdf

O camping dispõe de 15 vagas disponíveis para barracas de até 3 pessoas, sendo que 10 destas barracas estarão disponíveis para reservas, sendo as 5 restantes ocupadas por ordem de chegada.

Para chegar até o abrigo itatiaia, deve-se seguir pela estrada de terra a partir da entrada Marcão (parte alta) por 3 quilômetros. Haverá a sinalização no local. Para quem está vindo da parte baixa do parque (entrada de Itatiaia) pela Ruy Braga há também a sinalização do local.

Observações:

  • Clique no link contendo o nome do parque em Administrador nas “Informações Técnicas” no quadrante ao lado para obter informações sobre tarifas e outras informações necessárias.
Mapa

O acesso ao Abrigo Rebouças deve ser feito passando pela portaria alta do parque, o posto Marcão. Devido ao longo caminho a ser percorrido por estrada, não recomenda-se realizar o trajeto de ônibus, pois serão quase 13 quilômetros a ser percorridos a pé até chegar no abrigo após descer na BR 354.

Portanto, o roteiro o trajeto a ser considerado abaixo considera-se o caminho sendo percorrido por carro.

Vindo do Rio de Janeiro

Seguindo pela via Dutra (BR 116) sentido São Paulo e após passar pela entrada da cidade de Itatiaia, deve-se seguir e entrar na próxima rodovia à direita, a BR 354, que tem seu fim da sua primeira parte na cidade de Caxambu (MG).

Após 26 quilômetros percorridos, em uma rodovia de mão dupla e faixa única, sem acostamento, haverá a divisa dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Um pouco antes, haverá do lado direito e um pouco após o posto de fiscalização fazendária do estado do RJ, uma estrada de acesso com sinalização. Siga as instruções abaixo para a estrada de acesso ao parque.

Vindo de São Paulo

Seguindo pela via Dutra (BR 116) sentido Rio de Janeiro e após passar pela entrada da cidade de Queluz, deve-se seguir e entrar rodovia à esquerda na rodovia, SP 054, que tem seu fim na cidade de Areias. O final desta estrada será no encontro com a rodovia BR 354, que segue de Itatiaia (RJ) até Caxambu (MG). Acesse a BR 354 e siga sentido a Caxambu (MG). Siga por mais 14 quilômetros até chegar na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Logo após ao posto de fiscalização fazendária do estado do RJ e alguns metros antes da divisa, haverá uma estrada de acesso ao parque (estrada Abrigo Rebouças) no lado direito, com algumas placas de sinalização. Acesse-a e siga as instruções abaixo para a estrada de acesso ao parque.

Vindo de Minas Gerais

Acessando a BR 354 sentido a Itatiaia (RJ), após passar pela cidade de Itamonte (MG), no encontro com a LMG 881, siga por mais 20,5 quilômetros até a divisa de Minas Gerais com o Rio de Janeiro. Alguns metros após o totem da divisa, já no estado do Rio de Janeiro, haverá ao lado esquerdo uma estrada de acesso ao parque (estrada Abrigo Rebouças), seguindo em uma pequena subida. Acesse-a e siga as instruções abaixo para a estrada de acesso ao parque.

A partir da estrada de acesso ao parque

Siga por esta estrada por, aproximadamente, 10,5 quilômetros até chegar na portaria do parque. Após, feito o credenciamento e liberado o acesso, há duas opções. Para quem reservou a estadia no abrigo Rebouças, é possível que haja uma vaga para estacionar no abrigo. São poucas vagas, definidas por ordem de chegada.
Caso não tenha feito a reserva, não haja vaga disponível ou a estrada de acesso esteja fechada para o trânsito de veículos, é necessário estacionar na entrada do parque e seguir por 3 quilômetros por estrada de terra até chegar no abrigo.


Veja o mapa (Google Maps):

Veja também outras informações relacionadas à esta atividade!



Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!