CS Ecoturismo

» Trekking » RJ

Pedra da Tartaruga [via trilha da praia do Perigoso] (Rio de Janeiro)

Um trekking com um belo visual do litoral da cidade, passando por praias que já foram desertas, e que ainda possuem seu charme e suas belezas

Informações técnicas:

Fácil / Intermediária
Somente em pontos chaves
Protegido do sol em grande parte do percurso
1:10
98m

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Um trekking que permitirá conhecer as diversas praias e encantos das praias selvagens de Guaratiba. As praias são um refúgio natural que até a década de 70 eram praticamente desconhecidas da população. Com partida do bairro de Barra de Guaratiba, o caminho pode ser feito por duas trilhas diferentes, ambas passam por dentro do Parque Estadual da Pedra Branca. O destino final é a praia do Meio, praia esta que já foi uma praia de nudismo.

A trilha aqui relatada é a que passa pela Praia do Perigoso, que é bastante utilizada por quem vai praticar o rapel na pedra da Tartaruga e também aproveitar as belezas da praia do Perigoso. Portanto, é bastante comum encontrar pessoas neste primeiro trecho que vai até a praia do Perigoso. Para conhecer a outra trilha que permite também ir para a praia do Meio e a praia do Fundo e Inferno, clique aqui.

A trilha começa por um caminho relativamente fácil, onde durante todo o tempo o visitante estará caminhando com a vista do mar. Graças a um projeto de reflorestamento realizado pela prefeitura no decorrer dos anos, agora o caminho possui bastante sombra (antes não existia nenhuma árvore), exigindo um esforço adicional em dias de sol abundante. A trilha também é o ponto incial da trilha Transcarioca, que é um projeto de um corredor ecológico interligando diversas trilhas e também diversos parques existentes na cidade, em um corredor de quase 180 quilômetros de extensão.

Logo nos primeiros minutos, é possível ver a ilha Rasa de Guaratiba, que possui como referência um grande farol. Minutos depois, será possível ver a pedra da Tartaruga, em uma visão incrível da região. Existirão alguns caminhos à direita da trilha, que são utilizadas por pescadores que vão até a região para pescar na encosta do morro. Deve-se sempre continuar pelo caminho mais largo e definido.

Durante maior parte do percurso, será possível visualizar a pedra da Tartaruga. Depois de quase 40 minutos, existirá uma pequena fonte canalizada, chamada de "Fonte de Vovó". Continuando por mais 15 minutos, em momentos que alternam subidas e descidas, chega-se em uma bifurcação aonde a pedra da Tartaruga estará alinhada à direita e existirá uma pequena pedra no meio do caminho. O caminho da direita levará até a praia do Perigoso (e até a pedra da Tartaruga, caso resolva visitá-la) e o caminho da esquerda seguirá rumo à praia do Meio. Há uma pequena sinalização no local. Recomenda-se descer para conhecer a praia e depois retornar, para seguir rumo à praia do Meio.

Descendo para a praia do Perigoso, em uma descida em solo instável e escorregadio, porém sem grandes dificuldades, o visitante terá ao descer da trilha a praia do Perigoso à sua esquerda, a pequena praia Búzios à sua direita e a pedra da Tartaruga à frente. Caso queira subir a Pedra da Tartaruga, pode-se realizar uma subida um pouco íngreme de, aproximadamente, 20 minutos, mas que compensa com um belo visual da região. Para isto, basta seguir por uma trilha existente em frente ao término da trilha que foi feita para descer até a praia do Perigoso e seguí-la por seu caminho mais largo. Em seu final, há uma escadaria de pedras e, logo após, um platô com uma visão espetacular da região. É desta pedra que é realizado um rapel – por muitos, considerado o rapel mais bonito da cidade. Para saber sobre o rapel na pedra da Tartaruga, clique aqui.

A praia do Perigoso é uma praia de 150 metros de extensão, na qual aos finais de semana sempre há pessoas visitando a região. Há algumas pessoas que ficam acampadas na região, porém, é válido lembrar que o camping é proibido em toda a região. Das praias selvagens, está é a praia que possui o maior número de banhistas.

Outra opção também é visitar as outras três praias selvagens existentes na região: a praia do Meio, a praia Funda e a praia do Inferno (geralmente estas praias são visitadas mais por pescadores e surfistas) e também voltar por uma outra trilha. Para isso, é necessário pegar a outra trilha de acesso (veja roteiro aqui).

Guaratiba
Guaratiba
Trilha
Trilha
Ilha
Trilha
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Tartaruga
Perigoso
Visual
Visual
Meio
Meio
Meio

De ônibus:

Apenas duas linhas de ônibus chegam até Barra de Guaratiba. A primeira opção, seria pegar o ônibus da linha 867, que faz o trajeto de Campo Grande até Barra de Guaratiba, passando pela Ilha de Guaratiba. O trajeto desta linha dura, em média, 1:10.

Outra opção, é pegar a linha 874, que faz o trajeto de Barra de Guaratiba até a estação do BRT Transoeste Ilha de Guaratiba, em um trajeto de até 30 minutos. Esta opção é mais indicada para pessoas que partem de outras regiões da cidade que não sejam da zona oeste ou que residam próximo à área por onde passa o BRT. Com isto, pode-se pegar o BRT Transoeste em algumas das estações que compreendem à linha (da Barra da Tijuca até Santa Cruz) e descer na estação Ilha de Guaratiba.
Na saída da estação, é possível pegar o ônibus da linha 874 e também o 867, citado anteriormente.

De carro:

Para chegar até Barra de Guaratiba, o acesso deve ser feito pela estrada Roberto Burle Marx, na qual deve ser seguida até o seu final. Após passar pela entrada do campo de instruções de Marambaia (uma área de treinamento das forças armadas), siga em frente. Vire à direita na bifurcação que existe após a rotatória e continue sempre à direita até o final, que termina na praia de Barra de Guaratiba.
É permitido estacionar na praia (cuidado com a sinalização de locais permitidos para estacionamento) e também há estacionamentos privativos no local.

O acesso para a estrada Roberto Burle Marx pode ser feito por diversos caminhos.

Por Grumari: ao final da praia do Grumari, pegue a estrada que liga a praia à barra de Guaratiba. Esta estrada fica no sentido oposto à estrada que vai para a Prainha. Atravesse a serra e, ao seu final, já estará na estrada Roberto Burle Marx. Vire à esquerda para chegar na praia de Barra de Guaratiba.

Pela avenida das Américas (via Transoeste) - sentido Santa Cruz: este roteiro é ideal para quem vem da zona sul da cidade ou pela região da Barra da Tijuca ou Recreio. Siga pela avenida das Américas, sentido Recreio dos Bandeirantes e logo após atravessar o túnel vice-presidente José de Alencar, pegue a primeira saída à direita. Logo depois, siga pela direita, passando por debaixo da estação do BRT Ilha de Guaratiba. No largo, vire à direita e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga até o final.

Pela Transoeste - sentido Barra da Tijuca: este roteiro é ideal para quem passa pela regiões de Santa Cruz e/ou Campo Grande. Siga pela Transoeste. Antes de chegar na estação BRT Ilha de Guaratiba, que fica depois da estação BRT CETEx, pegue a saída à direita e, após passar por uma cabine da PM, vire à direita para acessar a estrada Roberto Burle Marx. Siga até o final.

Pela Ilha de Guaratiba: este roteiro é uma opção para quem não pretende pegar a Transoeste. Em Guaratiba, próximo à estrada do Mato Alto, acesse, a estrada da Matriz, ao invés do acesso à Transoeste. Siga por esta estrada até ela passar a chamar-se estrada da Ilha. Continue seguindo sempre reto e, após passar por debaixo da Transoeste, na altura da estação BRT Ilha de Guaratiba, vire à direita no largo e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga até o final.

Ao chegar em Barra de Guaratiba

Após chegar em Barra de Guaratiba, o visitante deve seguir na rua após o término da praia, que começará com uma subida, a estrada Canto da Praia. Logo após, deve continuar à direita, aonde à esquerda há uma rua muito íngreme (que também deixará no início da trilha, porém é mais cansativa). Após 300 metros de caminhada, deve-se manter á esquerda aonde pela direita uma rua desce em direção à uma pequena praia aonde os barcos ficam ancorados.
Algumas destas embarcações realizam a trilha até as praias do local. É uma opção interessante para quem deseja levar alguém com um pouco mais de limitação física (um deficiente físico ou um idoso, por exemplo).
Continuando o caminho, chega-se no final em uma escadaria, aonde deve-se subí-la completamente. Ao seu final, já é possível ter uma visão privilegiada da praia de Barra de Guaratiba, da restinga da Marambaia e também do mangue de Guaratiba. Ao final da escadaria, deve-se virar à esquerda, seguir até o final por mais 80 metros. No cruzamento, vire à direita, aonde a trilha iniciará.


Veja o mapa (Google Maps):

Clique aqui para inserir um comentário

Total: 12 comentário(s)

Denise em
Desejo trilha para a Pedra da Tartaruga em 17/01/2014. Qual a possibilidade e valores?
0 0

Marcia Machado em
Olá, gostaria de saber valores e datas para a trilha e rapel das Praias Selvagens.

Peço que, por favor, me enviem o maior numero de informações possiveis.

Desde já agradeço.

Márcia Machado
0 0

Cs Ecoturismo em
Boa noite Marcia!
Por enquanto, nossos parceiros ainda não lançaram uma próxima programação para a região para breve. Porém, você pode estar estar entrando em contato com as operadoras existentes na seção “Programação” desta página para verificar se existe a possibilidade da formação de um novo grupo. Clique no nome da operadora desejada para obter os dados de contato.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco!
0 0

Geovanna em
Ola boa noite gostaria de saber se as praias de barra de guaratiba como a praia do perigoso, praia do meio, se esta podendo acampar la ouvie pro alto que nao estava podendo mais, por causa d algumas pessoas q nao sabem preservar o lugar, lixo, pixaçoes etc, desde ja grata.
0 0

Cs Ecoturismo em
Bom dia Geovanna!

O camping sempre foi proibido no local. Devido à fiscalização não ser tão rotineira (demora para aparecer, mas existe), as pessoas acabam por acampar no local. E devido à este hábito, pode parecer que é permitido o camping para as pessoas que não conhecem o local ou até mesmo olham a foto de outras pessoas pelas redes sociais.

Em relação ao lixo e às pichações, realmente é desolador esta situação, seja na cidade ou em áreas remotas. Chega a ser injustificável ainda a pessoa ir para um ambiente remoto da cidade para pichar um ambiente natural. Enfim, são questões de amadurecimento da cultura ambiental em nossa sociedade.
E, se não fosse a ação de voluntários e anônimos amantes da natureza, a situação poderia estar bem pior.

Qualquer dúvida, entre em contato!
0 0

Catia Pina em
quero saber preços do rapel e de trilha na praia do perigoso
0 0

Cs Ecoturismo em
Boa tarde Cátia!
Para preços de rapel na Pedra da Tartaruga, sugerimos que consulte os operadores existentes na seção “Programação” em:
http://www.cstur.com.br/esportes/rapel/rj/pedra-da-tartaruga

Por enquanto, não há nenhum agendamento de rapel na Pedra da Tartaruga agendado.
Qualquer dúvida, entre em contato conosco!
0 0

Catia Pina em
Bom dia quero saber o preço da trilha na praia do perigoso no sabado dia 15/11 e també saber o preço da descida de rapel na praia do perigoso !!!!!obrigada
0 0

Cs Ecoturismo em
Para o evento do dia 15/11, o valor da atividade sairá por R$ 20,00.
Para informações sobre cadastro, entre em contato com o organizador do evento, visualizando em nossa seção “Programação”.
0 0

Geovanna em
Ola bom dia, me tira uma duvida por favor, no mes de janeiro estive acampado na praia do perigoso, porem tive q voltar no mes dia, pois me falaram que tem uma fonte, chegando la nao tinha agua nela, e normal nao ter agua, ou nao tive sorte rs
0 0

Cs Ecoturismo em
Bom dia Geovanna!
Geralmente a “fonte da Vovó” fica mais volumosa nos períodos de chuva.
Quando passamos por lá a maioria das vezes sempre há um pequeno curso d'água, suficiente para molhar a cabeça.
Então, talvez não tenha tido sorte no dia.

Há alguns anos atrás o volume de água na fonte era considerável. Porém, realmente, não sabemos informar se foi alguma intervenção humana (represamento, mau uso do local, etc.) ou se foi por características naturais a redução do volume de água no local.

Lembramos apenas que deve-se evitar beber a água da fonte, pois não é possível garantir a sua potabilidade. Apenas utilize-a para molhar o corpo.
0 0

Vanessa Barros em
Gostaria, de ir nesse evento, mas não tenho noção de como chegar até esse lugar. Vocês tem van saindo do RJ?
0 0

Cs Ecoturismo em
Boa tarde Vanessa!
O evento programado para a ser realizado no dia 15/11 está sendo organizado pelo grupo Pés à trilha. Informações sobre meio de transporte devem ser obtidas com o organizador do grupo.
Veja como entrar em contato em nossa seção “Programação” existente nesta página. Clique com o nome em cima do nome da operadora para obter os dados de contato.

Para obter orientação de como chegar ao local, você também pode estar acessando a seção “Como chegar“ nesta página, que possui algumas formas de chegar ao local seja de carro ou por transporte público.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco!
0 0

Claudio Otaviano em
desejo participar do trekking das praias de guaratiba, preciso de informações, todas.
0 0

Cs Ecoturismo em
Foi enviado um e-mail com a informação solicitada.

Há uma atividade prevista para o dia 15/11/2014. Caso queira participar deste evento, olhe os dados que o organizador postou na seção "Programação" desta página.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco!
1 0

Ana em
Simplesmente sensacional!!!!!! A D O R O, alguém avisa que o Rio de Janeiro foi, é e sempre será Maravilhoso! : D
0 0

Hel em
gostaria de saber mais detalhes sobre o passeio. Obrigado
0 0

Vera Mello em
Eu também gostaria de saber maior informações sobre esse interessante passeio, tipo valor, como faço para chegar até o ponto de início do passeio, data do próximo passeio…
0 0

Alexandre Silva de Souza em
Gostaria de saber maior informações sobre esse interessante passeio, tipo valor, como faço para chegar até o ponto de início do passeio...
0 0

Lorena em
se vc mora no rio de janeiro, fica muito mais facil e barato. vc vai gastar o preço da passagem para chegar na rodoviaria de campo grande e chegando lá, basta pegar o onibus 867 para barra de guaratiba ( passagem R$ 2, 40). chegando na praia da barra de guaratiba, ponto final, basta perguntar em qualquer pessoa onde começa a trilha para o perigoso. vou sempre quando posso e amo aquele lugar... qualquer duvida pode me enviar um email.
0 0

Thaiana em
Olá. é facil fazer a trilha? queria ir eu e mais 4 amigos para a apraia do perigoso e da tartaruga, mas não sabemos como chegar e nem como começa a trilha e que caminho pegar.
0 0