CS Ecoturismo

» Trekking » RJ

Pedra do Telégrafo [morro de Guaratiba] (Parque Est. da Pedra Branca)

Ponto mais alto do morro de Guaratiba com um dos visuais mais bonitos da cidade

Informações técnicas:

INEA RJ - Parque Estadual da Pedra Branca


E-mail(s) / Site(s)

Telefone(s)

+55 (21) 2332-6608 » Brasil
Núcleo Pau da Fome
+55 (21) 21233-3525 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 2333-5251 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 3417-3642 » Brasil
Núcleo Camorim

Endereço(s)

Estrada do Pau-da-Fome, 4003
Jacarepaguá
Rio de Janeiro (RJ)
22723-490

Núcleo Pau da Fome
Rua do Governo, (ao final)
Realengo
Rio de Janeiro (RJ)
21770-100

Núcleo Piraquara
Estrada de Camorim, 2118
Camorim
Rio de Janeiro (RJ)
22780-070

Núcleo Camorim

Informações gerais

» O parque não cobra taxa de entrada.

» Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 08:00 às 17:00.

» Não é permitido o camping dentro do parque.
Fácil / Intermediária
Somente em pontos chaves
Protegido do sol em grande parte do percurso
1403m (fonte: INEA RJ)
1:20
355m

Relate sua experiência:

1 pessoa(s) já foi/foram!

Relatos:

Lugar maravilhoso, com uma vista deslumbrante!! Vale muito apena!

Relatos da atividade:

Lugar maravilhoso, com uma vista deslumbrante!! Vale muito apena!

O tempo na região:

Embora seja uma trilha bastante antiga, a pedra do Telégrafo, ponto mais alto do morro do Guaratiba, tem sido bastante frequentado pelos praticantes de caminhada ecológica e, a cada semana que passa, atrai cada vez mais visitantes. O local, parte integrante do projeto da trilha Transcarioca, possui este nome provavelmente por ter sido um ponto de observação militar durante a segunda guerra mundial, conta com uma trilha que consegue mostrar, de uma só vez, toda a beleza dessa região. A área que não possui grande densidade populacional e conta com grandes áreas verdes protegidas, resulta em uma das vistas mais bonitas da cidade do Rio de Janeiro.

O visual da região contempla, de um lado, uma vista para a região do centro de instruções da Marambaia e da orla da tranquila Barra de Guaratiba e dos mangues de Guaratiba. De outro lado, os morros de Guaratiba e Grumari e também as praias selvagens de Guaratiba.

A trilha começa protegido pelo sol pela densa vegetação, porém, com uma subida inicial um pouco íngreme, mas bem definida. Após pouco mais de 467 metros percorridos, chega-se em uma bifurcação, aonde para a esquerda, é possível chegar no Grumari ou nas praias selvagens de Guaratiba  (praias do Meio e Funda). E, para a direita, deve ser o caminho a ser seguido para chegar até o topo do morro, aonde a trilha torna-se mais estreita.

Logo após, há uma outra bifurcação, aonde descendo é possível voltar para Barra de Guaratiba, em uma saída que irá emendar com o início da trilha para a pedra da Tartaruga e também para as praias selvagens, sendo uma outra opção de acesso à pedra do Telégrafo por Barra de Guaratiba (embora que, para subir, tenha uma subida mais acentuada).

Em um trecho com uma subida um pouco menos acentuada que a anterior, haverá outra bifurcação, onde deve-se pegar a subida à esquerda, beirando a encosta do morro. Subindo, a densidade da vegetação vai ficando cada vez menor e a trilha, antes mais larga, fica estreita, mas ainda bem definida. Após um pouco mais de 300 metros, haverá uma pedra de uns 3 metros de altura um pouco escondida dentro da vegetação à esquerda. Desta pedra, é possível apreciar a vista da restinga da Marambaia, dos mangues de Guaratiba e da região de Sepetiba, em um dos primeiros visuais incríveis do roteiro. Em dias de pouco nevoeiro, ainda é possível visualizar a Ilha Grande ao fundo.

Voltando pelo caminho principal e continuando a subida, após mais 200 metros chega-se ao segundo mirante, aonde existe uma pedra de uns 2 metros de altura que serve como mirante. A subida por essa pedra deve ser realizada através do apoio de pedras menores. Do seu alto, a 326 metros de altitude, é possível, de um lado, continuar tendo uma visão da restinga de Marambaia e de outro das praias selvagens e de parte da orla do Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca, com a pedra da Gávea ao fundo. Além disso, o local possui uma visão completa da serra de Guaratiba.

Logo em frente, a uns 50 metros de distância, está a pedra que forma o topo do morro de Guaratiba. É possível chegar até a sua base, porém a subida ao topo, que possui uma bandeira brasileiras hasteada, somente é possível uitlizando técnicas de escalada. Voltando ao segundo mirante, ao seu lado direito há uma trilha descendo, que após uns 40 metros de caminhada chegará até uma outra pedra que permite o visual além das praias selvagens, também da pedra da Tartaruga. Esta pedra tem sido bastante visitada em virtude de um efeito fotográfico que pode ser obtido, aonde que, com um correto posicionamento do fotógrafo, é possivel criar a impressão de quem está em cima da pedra está beirando um abismo, com as praias selvagens ao fundo, enquanto na verdade não está nem a 2 metros de altura do solo.

Após este ponto, deve-se retornar. Dali, é possível retornar para Barra de Guaratiba ou seguir para as praias selvagens de Guaratiba ou mesmo seguir em direção ao Grumari. Outra opção é efetuar o roteiro da pedra do Telégrafo passando pelas praias selvagens, no circuito das praias selvagens via pedra do Telégrafo.

Quem desejar, pode acompanhar o tracklog da trilha no Google Maps em: https://goo.gl/maps/G5dCi (dica: para quem possui celular com Android, abrir o link com o Google Maps, que irá sincronizar a trilha com sua localização atual).

Informações complementares: INEA RJ
Trilhas / Parque Estadual da Pedra Branca
Caminho
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Trilha
Topo
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual
Visual

De ônibus:

Apenas duas linhas de ônibus chegam até Barra de Guaratiba. A primeira opção, seria pegar o ônibus da linha 867, que faz o trajeto de Campo Grande até Barra de Guaratiba, passando pela Ilha de Guaratiba. O trajeto desta linha dura, em média, 1:10. Peça para descer antes da praia, um pouco antes da rua do corpo de Bombeiros.

Outra opção, é pegar a linha 874, que faz o trajeto de Barra de Guaratiba até a estação do BRT Transoeste Ilha de Guaratiba, em um trajeto de até 30 minutos. Esta opção é mais indicada para pessoas que partem de outras regiões da cidade que não sejam da zona oeste ou que residam próximo à área por onde passa o BRT. Com isto, pode-se pegar o BRT Transoeste em algumas das estações que compreendem à linha (da Barra da Tijuca até Santa Cruz) e descer na estação Ilha de Guaratiba.
Na saída da estação, é possível pegar o ônibus da linha 874 e também o 867, citado anteriormente. Peça para descer antes da praia, um pouco antes da rua do corpo de Bombeiros. Acesse a rua Almirante Carlos Tinoco em uma subida acentuada à esquerda.

De carro:

Para chegar até Barra de Guaratiba, o acesso deve ser feito pela estrada Roberto Burle Marx, na qual deve ser seguida até o seu final. Após passar pelcampo de instruções de Marambaia (uma área de treinamento das forças armadas), siga adiante em direção à praia de Barra de Guaratiba. A rua Almirante Carlos Tinoco encontra-se à esquerda em uma grande subida antes de chegar no corpo de bombeiros e na descida final que dará na praia. Porém, não é garantido encontrar vaga para estacionar na parte de cima. Portanto, recomenda-se estacionar na praia de Barra de Guaratiba.
É permitido estacionar na praia (cuidado com a sinalização de locais permitidos para estacionamento) e também há estacionamentos privativos no local.

O acesso para a estrada Roberto Burle Marx pode ser feito por diversos caminhos.

Por Grumari: ao final da praia do Grumari, pegue a estrada que liga a praia à barra de Guaratiba. Esta estrada fica no sentido oposto à estrada que vai para a Prainha. Atravesse a serra e, ao seu final, já estará na estrada Roberto Burle Marx. Vire à esquerda para chegar na em Barra de Guaratiba.

Pela avenida das Américas (via Transoeste) - sentido Santa Cruz: este roteiro é ideal para quem vem da zona sul da cidade ou pela região da Barra da Tijuca ou Recreio. Siga pela avenida das Américas, sentido Recreio dos Bandeirantes e logo após atravessar o túnel vice-presidente José de Alencar, pegue a primeira saída à direita. Logo depois, siga pela direita, passando por debaixo da estação do BRT Ilha de Guaratiba. No largo, vire à direita e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga adiante até chegar em Barra de Guaratiba.

Pela Transoeste - sentido Barra da Tijuca: este roteiro é ideal para quem passa pela regiões de Santa Cruz e/ou Campo Grande. Siga pela Transoeste. Antes de chegar na estação BRT Ilha de Guaratiba, que fica depois da estação BRT CETEx, pegue a saída à direita e, após passar por uma cabine da PM, vire à direita para acessar a estrada Roberto Burle Marx. Siga adiante até chegar em Barra de Guaratiba.

Pela Ilha de Guaratiba: este roteiro é uma opção para quem não pretende pegar a Transoeste. Em Guaratiba, próximo à estrada do Mato Alto, acesse, a estrada da Matriz, ao invés do acesso à Transoeste. Siga por esta estrada até ela passar a chamar-se estrada da Ilha. Continue seguindo sempre reto e, após passar por debaixo da Transoeste, na altura da estação BRT Ilha de Guaratiba, vire à direita no largo e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga adiante até chegar em Barra de Guaratiba.

Observação:

Recomenda-se estacionar no na praia de Barra de Guaratiba (com vagas públicas) ou nos estacionamentos privativos existentes na proximidade.

Ao chegar em Barra de Guaratiba

O caminho incia-se na rua Almirante Carlos Tinoco. Esta rua, é a última rua que fica à esquerda da estrada Roberto Burle Marx antes que ele faça a descida em direção à praia de Barra de Guaratiba. Ela inicia com uma forte subida, que deve ser continuada entrando, em frente ao número 385, na segunda entrada à direita, a rua Chico Buarque. Seguir por esta rua por 450 metros em uma subida constante, aonde no trecho final ficará mais acentuada. Ao chegar no final da rua (no trecho com cimento), o início da trilha estará logo à direita, começando em uma estrada de terra.
Observação: a rua Almirante Carlos Tinoco também pode ser acessada pelo largo que fica em frente à antiga entrada de Marambaia.


Veja o mapa (Google Maps):

Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!