CS Ecoturismo

» Trekking » RJ

Travessia Itapuca x Grumari (Parque est. da Pedra Branca)

Caminhada por uma trilha que une Barra de Guaratiba até a praia do Grumari

Informações técnicas:

INEA RJ - Parque Estadual da Pedra Branca


E-mail(s) / Site(s)

Telefone(s)

+55 (21) 2332-6608 » Brasil
Núcleo Pau da Fome
+55 (21) 21233-3525 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 2333-5251 » Brasil
Núcleo Piraquara
+55 (21) 3417-3642 » Brasil
Núcleo Camorim

Endereço(s)

Estrada do Pau-da-Fome, 4003
Jacarepaguá
Rio de Janeiro (RJ)
22723-490

Núcleo Pau da Fome
Rua do Governo, (ao final)
Realengo
Rio de Janeiro (RJ)
21770-100

Núcleo Piraquara
Estrada de Camorim, 2118
Camorim
Rio de Janeiro (RJ)
22780-070

Núcleo Camorim

Informações gerais

» O parque não cobra taxa de entrada.

» Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 08:00 às 17:00.

» Não é permitido o camping dentro do parque.
Intermediária / Difícil
Precária
Protegido do sol em todo o percurso
5,3km
4:30

Relate sua experiência:

0 pessoa(s) já foi/foram!

O tempo na região:

Uma travessia longa, com mais de 5 quilômetros atravessando a serra do Grumari. O ponto de partida começa na comunidade de Itapuca, um sub bairro de Barra de Guaratiba, em uma região aonde a quantidade de restaurantes especializados em frutos do mar e o mangue de Guaratiba são os grandes atrativos. Iniciando em uma subida que começa íngreme, porém com a trilha larga. Rapidamente, o participante já estará dento do parque estadual, que incia após a cota de 100 metros de altitude.

Nas duas primeiras bifurcações, deve-se pegar o caminho mais à esquerda. Haverá algumas aberturas na vegetação que permitem visualizar toda a região do mangue de Guaratiba. Ao subir, a trilha vai ficando mais estreita, porém, ainda bem definida. Após um longo trecho de subida, a trilha começará a realizar um pequeno trecho de descida. Então, chega-se em um trecho aonde se passará por uma gruta à esquerda da trilha, formada por blocos de pedras. Logo em seguida, haverá outra gruta à direita.

Alguns minutos após as grutas, o caminho chegará em uma clareira. Deve-se pegar o caminho à direita, voltando a subir. Passando a clareira, chega-se em um trecho de encosta aonde a subida ficará mais íngreme e menos definida, com a trilha fazendo algumas curvas, em uma região de encosta. Após alguns minutos, chega-se em uma região composta por bananeiras com o chão forrado por plantas do tipo trapoerabas.

Deve-se prestar atenção na marcação do caminho, aonde o bananal ficará cada vez mais presente. Seguindo, chega-se em uma clareira cercada por bananas, com uma rocha ao lado de uma mangueira. A partir deste ponto, a trilhar torna-se mais fácil. Em uma subida lenta e constante, aproximandamente uns 200 metros após a clareira, chega-se à região da Garganta de Itapuca, entre o morro da Faxina e o morro de Itapuca.

Após, chega-se em um bambuzal, ponto mais alto da travessia. Dali, segue-se até chegar em um bambuzal. A partir daí, a trilha começa a descer suavemente sendo necessário apenas seguir pelo caminho mais definido por mais de 1 quilômetro. Depois, a trilha começa a ficar mais larga, aonde haverá uma trilha ao lado esquerdo, que deverá ser ignorada, pois seguirá sentido a Piabas, e, logo após, haverá uma porteira, na qual deve-se passar pela passagem ao lado. Dali, deve-se virar à direita (o caminho à esquerda também seguirá para Piabas), na qual durante a descida já será possível visualizar até a praia do Grumari.

Caminhando por mais de 1 quilômetro após o portão em um trecho de zigue-zague em uma descida constante, chega-se em até em uma rua, já com algumas casas. Deve-se descer a rua em direção à praia, virar à direita na transversal e pegar à primeira esquerda, cujo final será na praia.

Para quem ainda possui disposição, é possível emendar esta trilha liga Grumari até Barra de Guaratiba, via pedra do Telégrafo.

INEA RJ
Trilhas / Parque estadual da Pedra Branca

Mapa
Mapa
Mapa
Grumari
Grumari
Grumari
Grumari
Grumari

De ônibus:

Apenas duas linhas de ônibus chegam até Barra de Guaratiba. A primeira opção, seria pegar o ônibus da linha 867, que faz o trajeto de Campo Grande até Barra de Guaratiba, passando pela Ilha de Guaratiba. O trajeto desta linha dura, em média, 1:10. Depois, seguir as instruções contidas na seção “Na estrada Roberto Burle Marx“, abaixo.

Outra opção, é pegar a linha 874, que faz o trajeto de Barra de Guaratiba até a estação do BRT Transoeste Ilha de Guaratiba, em um trajeto de até 30 minutos. Esta opção é mais indicada para pessoas que partem de outras regiões da cidade que não sejam da zona oeste ou que residam próximo à área por onde passa o BRT. Com isto, pode-se pegar o BRT Transoeste em algumas das estações que compreendem à linha (da Barra da Tijuca até Santa Cruz) e descer na estação Ilha de Guaratiba.
Na saída da estação, é possível pegar o ônibus da linha 874 e também o 867, citado anteriormente e seguir as instruções abaixo, na seção “Na estrada Roberto Burle Marx“.

De carro:

Para chegar até Barra de Guaratiba, o acesso deve ser feito pela estrada Roberto Burle Marx, na qual deve ser seguida até a altura dos restaurantes Tropicana (à direita da pista) e Tia Penha (à esquerda da pista). É possível estacionar em frente ao restaurante ou seguir até próximo ao início da trilha. Após passar pelcampo de instruções de Marambaia (uma área de treinamento das forças armadas), siga adiante em direção à praia de Barra de Guaratiba. A rua Almirante Carlos Tinoco encontra-se à esquerda em uma grande subida antes de chegar no corpo de bombeiros e na descida final que dará na praia. Porém, não é garantido encontrar vaga para estacionar na parte de cima. Portanto, recomenda-se estacionar na praia de Barra de Guaratiba.
É permitido estacionar na praia (cuidado com a sinalização de locais permitidos para estacionamento) e também há estacionamentos privativos no local.

O acesso para a estrada Roberto Burle Marx pode ser feito por diversos caminhos.

Por Grumari: ao final da praia do Grumari, pegue a estrada que liga a praia à barra de Guaratiba. Esta estrada fica no sentido oposto à estrada que vai para a Prainha. Atravesse a serra e, ao seu final, já estará na estrada Roberto Burle Marx. Vire à direita e siga pela estrada por 1,4 quilômetro. Após passar por uma reta, haverá ao final uma curva leve. Antes dessa curva, e 100 metros antes dos restaurantes Tropicana e Tia Penha, há uma rua subindo à direita da pista. Deve-se entrar nessa rua, e logo no início, entrar na sua primeira direita. Seguir por 200 metros e, na bifurcaçao, seguir pelo caminho da direita por mais 250 metros até o início da trilha.

Pela avenida das Américas (via Transoeste) - sentido Santa Cruz: este roteiro é ideal para quem vem da zona sul da cidade ou pela região da Barra da Tijuca ou Recreio. Siga pela avenida das Américas, sentido Recreio dos Bandeirantes e logo após atravessar o túnel vice-presidente José de Alencar, pegue a primeira saída à direita. Logo depois, siga pela direita, passando por debaixo da estação do BRT Ilha de Guaratiba. No largo, vire à direita e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga as instruções contida na seção “Na estrada Roberto Burle Marx“.

Pela Transoeste - sentido Barra da Tijuca: este roteiro é ideal para quem passa pela regiões de Santa Cruz e/ou Campo Grande. Siga pela Transoeste. Antes de chegar na estação BRT Ilha de Guaratiba, que fica depois da estação BRT CETEx, pegue a saída à direita e, após passar por uma cabine da PM, vire à direita para acessar a estrada Roberto Burle Marx. Depois, siga as instruções contida na seção “Na estrada Roberto Burle Marx“.

Pela Ilha de Guaratiba: este roteiro é uma opção para quem não pretende pegar a Transoeste. Em Guaratiba, próximo à estrada do Mato Alto, acesse, a estrada da Matriz, ao invés do acesso à Transoeste. Siga por esta estrada até ela passar a chamar-se estrada da Ilha. Continue seguindo sempre reto e, após passar por debaixo da Transoeste, na altura da estação BRT Ilha de Guaratiba, vire à direita no largo e faça o retorno que existirá logo em seguida pelo lado esquerdo da pista. Após fazer o retorno, vire na primeira direita (estrada Roberto Burle Marx) e siga as instruções contida na seção “Na estrada Roberto Burle Marx“.

Na estrada Roberto Burle Marx

Na linha 864 (ou 874) e descer na curva após os restaurantes Tropicana (à direita da pista) e Tia Penha (à esquerda da pista), dois restaurantes bem conhecidos da região. Estes restaurantes ficam localizados após uma reta longa (com, aproximadamente, 1 quilômetro de extensão) da estrada, sendo a primeira reta longa desta estrada, que é dotada de trechos com curvas. 100 metros após passar pelos restaurantes, haverá uma curva, aonde para quem está de ônibus será o local de descida. Haverá uma rua logo a frente em uma subida um pouco acentuada. Deve-se subir essa rua. Logo no início, entrar na primeira direita. Duzentos metros após, haverá uma bifurcação. Ir pelo caminho da direita e seguir por mais 250 metros até o início da trilha.


Veja o mapa (Google Maps):

Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!