CS Ecoturismo

Parque Estadual do Ibitipoca

Parque com diversas grutas, cachoeiras e 3 circuitos com diversos atrativos para todos os tipos de pessoas


O tempo na região:

Atrativos desta UC

Circuito das águas (Parque est. do Ibitipoca) [Trekking]
Um circuito que passa pelos lagos e cachoeiras do parque

Circuito do Pião (Parque est. do Ibitipoca) [Trekking]
Caminhada sem grandes dificuldades rumo um dos visuais mais bonitos do parque estadual do Ibitipoca

 

Circuito Janela do Céu (Parque est. do Ibitipoca) [Trekking]
Circuito com diversos atrativos com destino ao principal atrativo do parque estadual do Ibitipoca

IEF MG - Parque Estadual do Ibitipoca

E-mail(s) / Site(s)

peibitipoca@meioambiente.mg.gov.br

Telefone(s)

+55 (32) 3281-1101 » Brasil

Informações gerais

» Horário de funcionamento: das 07:00 às 18:00.
  * Entrada até às 17:00 e até às 17:30 para quem for realizar o camping.
  * O parque não funciona às segundas-feiras, desde que estas não sejam em Feriados e em período de férias escolares.
  * O centro de visitantes funciona nos dias úteis das 08:00 às 13:00. Aos finais de semana e feriados das 08:00 ao 12:00 e das 13:00 às 15:00. Este período podendo ser estendido em casos de aumento no número de visitantes.
  * O centro administrativo funciona das 08:00 até às 17:00, de segunda-feira à sexta-feira. Outros dias, somente mediante agendamento.
  * A loja de venda de souvenires fica aberta das 08:00 até às 17:00.

» O limite de visitantes é limitado à 300 (trezentas) pessoas por dia nos dias úteis e 800 (oitocentas) pessoas aos sábados, domingos, feriados nacionais ou estaduais. O parque costuma ter grande número de visitantes. Portanto, em dias de maior movimento, tente chegar cedo.

» Tarifas:
  * Dias de semana, R$ 10,00.
  * Finais de semana e feriados (federais e estaduais): R$ 20,00.
  * Passeios de bicicleta (sob agendamento): R$ 50,00.
  * Crianças até 5 anos não pagam.
  * Estudantes e idosos pagam meia entrada (levar documentação).

» Estacionamento
  * R$ 15,00 para motos; R$ 20,00 para automóveis até 7 lugares; R$ 50,00 para veículos com mais de 7 lugares. Bicicletas são gratuitas.
  * Limite de 30 vagas.
  * Caso queira estacionar fora do parque, a área permitida para estacionamento mais próxima, fica à uns 500 metros de distância da sede do parque.

» Camping
  * Diária (qualquer dia), por pessoa: R$ 20,00.

» Não é permitido entrar com animais de estimação.

» Não é permitido a prática de esportes de aventura no interior do parque. Somente a caminhada é permitida.

» Não é permitido acampar fora da área delimitada.

» Levar protetor solar. Grande parte dos roteiros é feito com exposição ao sol.

» Caso vá visitar alguma gruta, levar lanterna.

História e características

Na serra da Mantiqueira, em uma região denominada serra do Ibitipoca - termo que vem do tupi ibiti (serra) / poca (estala) serra que estala -, encontra-se o Parque Estadual do Ibitipoca. O parque, criado em 4 de julho de 1973, é um dos parques estaduais mais visitados de Minas Gerais. Com uma área de 1.488 hectares, possui diversos atrativos, como cachoeiras, piscinas cachoeiras, mirantes e grutas de todos os tamanhos para todos os perfis. Após passar por uma obra, sua capacidade de atendimento ao público foi melhorada, contando com lanchonete / restaurante, área de camping, centro de visitantes, estacionamento e banheiros, tudo em ótimas condições.

Após a entrada do parque, percorre-se um trecho de 1 quilômetro até chegar no centro de visitantes, aonde pode-se obter informações das trilhas e do parque, assim como obter o mapa da região. Dali, são mais 350 metros até a área de camping e que também é o local para o estacionamento.

Atrativos

O parque possui diversos atrativos. Dividiu-se os atrativos em 3 roteiros com atrativos agrupados.

  • Circuito das águas: formado principalmente por atrativos aquáticos, como piscinas naturais e cachoeiras.
  • Circuito do Pião: formado principalmente na gruta e no pico do Pião, com uma das melhores vistas do parque.
  • Circuito Janela do Céu: formado pelo caminho que leva até ao ponto mais conhecido do parque, a cachoeira da Janela do Céu com seus 100 metros de queda e mais de 16 quilômetros de percurso. O ponto mais alto do parque também fica neste roteiro.

Porém, é possível mesclar os atrativos dos circuitos de acordo com o interesse do viajante. Para conhecer todos os atrativos do parque, são recomendados 2 dias para que se possa passar por todos os atrativos com tranquilidade. Há a opção de conhecer todo o parque em 1 único dia em um percurso de mais de 22 quilômetros, porém, a visitação e o tempo para conhecer cada atrativo fica bastante limitado.

Todas as trilhas do parque são auto guiadas e possuem sinalização. O parque possui 8 grutas, 2 cachoeiras e alguns atrativos como poços e quedas d'águas disponíveis para visitação. O parque possui boa opção para crianças e também idosos conhecerem algum dos atrativos mais próximos da área de camping.

As cachoeiras possuem pequenas faixas de areia em sua queda, permitindo que o visitante possa descansar enquanto aprecia a queda d'água, principalmente a cachoeirinha. Embora límpidas, as águas da região possuem uma colocação escura, devido à decomposição vegetal nas águas, e são bastante geladas. O parque funciona durante todo o ano. Porém, a melhor época para visitá-lo é na época entre abril e setembro, quando chove menos. Mas, no inverno, as águas são bem mais geladas.

As únicas atividades permitidas dentro do parque são a caminhada e também o ciclismo pelas trilhas.

Camping:

O parque dispõe de uma área de camping numerada. Os banheiros e a lanchonete ficam próximos. Porém, vale lembrar que ao escolher o camping dentro do parque não é permitido a saída dele. Uma opção recomendada seria acampar na cidade de Conceição de Ibitipoca. Existem diversas opções de camping e hospedagem na região. Inclusive, há um festival de Jazz que movimenta a cidade durante o mês de julho.

A cidade fica localizada a, aproximadamente, 4 quilômetros da entrada do parque. Portanto, é uma escolha que deve ser feita de acordo com o planejamento de lazer (se o objetivo foca somente a prática do trekking ou se inclui as opções de lazer na cidade também) e, também, a disponibilidade de um meio de transporte existente para chegar até o parque.


Importante: procure informar-se sempre sobre os procedimentos de segurança do organizador, assim como sua qualificação.

Para se chegar ao parque, é necessário chegar até o distrito de Conceição de Ibitipoca. Para isto, o melhor caminho é pegar a BR 267 (Rodovia Presidente Itamar Franco). Esta rodovia, para quem vai em direção à Leopoldina (MG), faz entroncamento com a BR 116, aonde inicia-se.

Deve-se entrar na cidade de Lima Duarte, aonde há sinalização para ter acesso à estrada LMG 871. O acesso por esta estrada é de chão batido e deve-se ter muito cuidado com os buracos existentes no caminho. Após percorrer por 27 Km desta estrada, chega-se em Conceição de Ibitipoca, aonde após mais 4 Km cruzando a cidade, haverá a portaria do parque.

De ônibus:

Para chegar em Conceição de Ibitipoca de ônibus, deve-se pegar um ônibus até Lima Duarte e, dali, pegar outro ônibus.
Para chegar em Lima Duarte, é necessário pegar um ônibus que sai da rodoviária de Juiz de Fora. Os ônibus saem geralmente às 14:00 e chegam em Lima Duarte às 15:10. Este transporte é feito pela empresa Bassamar. Chegando em Lima Duarte, às 15:15 sae um ônibus da empresa Vimara em direção à Conceição de Ibititpoca. O horário previsto de chegada é às 17:00.

Os horários dos ônibus podem variar a qualquer instante. Por isto, recomenda-se entrar em contato com as empresas para confirmar os dias e horários das viagens.

Lima Duarte x Conceição de Ibitipoca
Segunda à sexta: 06:30 e 15:15
Sábados, domingos e feriados: 7:30 e 15:15

Conceição de Ibitipoca x Lima Duarte
Segunda à sexta: 08:30 e 17:00
Sábados, domingos e feriados: 9:30 e 17:00

Viação Bassamar » (32) 3215-1109
Vimara » (32) 3281-1390


Google Maps:

Veja outras informações relacionadas!



Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!

 
0 0
Facebook Twitter