CS Ecoturismo

Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu

Um importante parque com opções de pesquisa, lazer e preservação na baixada fluminense


O tempo na região:

Atrativos desta UC

Serra do Vulcão (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Asa-delta]
Térmicas fortes são características de uma das melhores rampas para voo livre do estado do RJ

Serra do Vulcão (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Parapente]
Voos de cross country e lift encontram um ambiente perfeito nessa rampa.

 

Cachoeira Véu da Noiva (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Rapel]
Rapel de 50 metros na principal cachoeira do Parque Municipal Natural de Nova Iguaçu

Pedra da Contenda [via K-11] (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Rapel]
Duas opções para rapel com uma das vistas mais bonitas do parque

 

Pedreira São José (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Rapel]
Rapel técnico de 25 metros em uma pedreira desativada

Caminho das águas (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [Trekking]
O ponto mais visitado do parque com mais de 13 atrativos.

 

Serra do Vulcão (Parque Nat. Mun. de Nova Iguaçu) [via K-11] [Trekking]
Opções de trajeto dentro que contam com mirantes e um dos melhores ângulos a serem apreciados do município

Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu

Telefone(s)

+55 (21) 3765-3999 » Brasil
Administração
+55 (21) 3765-3800 » Brasil
Portaria
+55 (21) 2667-1252 » Brasil
Secretaria municipal de Meio Ambiente de Nova Iguaçu

Endereço(s)

Estrada da Cachoeira
Nova Iguaçu (RJ)

Informações gerais

* A entrada é gratuita.

* Horário de funcionamento: de terça-feira à domingo, das 08:00 às 17:00.

História e características

Na baixada fluminense, com um total 1.100 hectares de área, dentro do maciço do Gericinó-Mendanha, o Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu (PNMNI) é uma importante área de preservação e lazer do município. Criado em 1998 e tendo grande parte de sua área dentro do município de Mesquita (cuja área era parte de Nova Iguaçu, antes de sua emancipação em 1999), hoje o parque possui uma gestão compartilhada entre os dois municípios.

O parque possui o rio Dona Eugênia como seu principal ponto de referência, cujo rio cortava e abastecia a fazenda Dona Eugênia e continua seu caminho seguindo para a cidade de Mesquita, após passar por uma pequena represesa, existente ao lado da portaria do parque.

Já na parte voltada para o centro de Nova Iguaçu, os principal ponto de referência é a chamada “Serra do Vulcão”, como é popularmente chamada a serra de Madureira. Nesta região, encontra-se a área de maior conflito entre a área urbana e a unidade de conservação. Nesta região, também encontram-se duas pedreiras que, embora não estejam dentro da área do parque, suas atividades influenciam diretamente no meio ambiente local.

Os pontos de interesse do parque são:

  • O “Casarão”, que é uma casa construída no século XIX que era a sede da fazenda.
  • O “Vulcão de Nova Iguaçu”. Houve uma tese na década de 1980, de que uma formação geológica e as diversas rochas vulcânicas existentes formariam um cone vulcânico no local. Esta discussão tomou força em 2004, com a divulgação da tese pela mídia e a grande crença da população no assunto. Somente em 2009 o assunto foi finalizado em câmaras científicas tendenciando a não existência deste cone, embora a região ainda seja bastante frequentada como a “serra do vulcão”.
  • Rampa de voo livre. Localizado em um dos extremos do parque, na área de Nova Iguaçu, já no bairro de Cabuçu, a rampa é considerada pelos praticantes como uma das melhores do país em relação às condições de voo. O local conta com uma rampa artificial e duas naturais, de onde decolam voos de parapente e asa-delta. O acesso é de difícil acesso e somente é possível chegar ao local por caminhada ou com veículos 4x4 ou adaptados para o terreno.
  • Mirantes: os mirantes do parque formam atrativos à parte. Com belos visuais e também sendo permanentemente cuidados e criados novos mirantes pela administração do parque, o visitante poderá desfrutar desde visuais da natureza da região e seus recursos hídricos, como o contraste da natureza urbana e natural da baixada.
  • Cachoeiras e poços: cortado pelo rio Dona Eugênia, o rio forma em seu caminho dentro do parque existem 11 poços e uma cachoeira (cachoeira Véu da Noiva) disponíveis para banho, que termina na represa Epaminondas Ramos, sendo esta última tendo o banho proibido.
  • Flora e fauna: com grande parte de sua vegetação sendo formada por mata atlântica primária, o parque dispõe de grande variedades em sua fauna e flora, sendo objeto de estudos tanto por cientista quanto por entusiastas no assunto.

Fontes e informações complementares:
Wikipedia em 07/03/2015
Infotrilhas em 07/03/2015


Importante: procure informar-se sempre sobre os procedimentos de segurança do organizador, assim como sua qualificação.

O acesso ao parque pode ser realizado por dois pontos distintos. Por Mesquita, chega-se ao atrativos do Rio Dona Eugênia e também à sede administrativa do parque. Também é possível chegar até a região do vulcão por ali. Já pelo K-11 (localidade de Nova Iguaçu), chega-se à rampa de voo livre e ao vulcão. Os setores são interligados por trilha. Portanto, é possível chegar em todos os pontos do parque, porém, com um caminho maior em algumas situações.

Sede administrativa (acesso por Mesquita)

Para chegar na sede administrativa do parque, deve-se pegar o caminho a partir da estação de trem de Presidente Juscelino, uma estação antes (sentido Nova Iguaçu) antes de chegar na estação de Nova Iguaçu.

Accessando a estrada Feliciano Sodré, deve-se acessar a rua Sergipe, transversal na altura da estação de trem, antes de um colégio e do sinal (sentido Nova Iguaçu). Seguir por esta estrada direto por 850 metros até a altura de uma rua com um rio, a avenida Brasil. Acessá-la após cruzar a ponte, virando ficando à direita, ficando à esquerda do rio. Acessar a avenida Brasil por mais 550 metros.
Dali, deve-se cruzar a ponte novamente para voltar ao lado direito do rio e acessar a estrada de terra existente subindo, a estrada da Cachoeira, seguindo por 1,6 quilômetro até a portaria do parque.

O estacionamento dentro do parque não é permitido neste setor do parque. Deve-se estacionar os veículos antes da portaria em locais apropriados.
O acesso ao parque em dias de chuva torna-se dificultado em virtude da lama formada, tornando a direção no local mais difícil.

K-11

O acesso do K-11 deve ser feito pela RJ 105, nomeado como avenida Abílio Augusto Távora na região, popularmente conhecida como estrada de Madureira. Indo sentido a Cabuçu, após passar pela Universidade de Nova Iguaçu (UNIG), deve-se entrar na quinta rua à esquerda, em frente à um posto de gasolina, a rua Luis Vargas Fernandes. Mantenha-se à direita na primeira e segunda bifurcação. Na terceira e última, deve-se seguir à direita. Dali, o caminho começa a subir, até encontrar a entrada do parque e o caminho começará a subir, tendo a sua direção definida de acordo com o roteiro escolhido.
Excetuando-se em direção à rampa de voo livre, não é permitido o acesso de veículos dentro do parque.


Veja o mapa (Google Maps):


Clique aqui para inserir um comentário

Total: 0 comentário(s)

Nenhum comentário encontrado!

 
0 0
Facebook Twitter