CS Ecoturismo


Pedra da Gávea – Grupo “Mexerica” (19/09/2009)

Mais do que um dia de lazer. Uma aventura e muita diversão.
Foi um dos grupos mais engraçados que já passaram pela empresa.

CS Ecoturismo

CS Ecoturismo


E-mail(s) / Site(s)

contato@cstur.com.br


O grupo: Mexerica
O destino: Pedra da Gávea
A data: 19/09/2009 (domingo)

Participantes: Daniel, Diego, Eduardo, Luiz, Rubens e Ticyana

“O que era para ser um sábado de trabalho virou um dia de muitas risadas”

A frase acima resume muito bem o que foi o sábado dia 19 na Pedra da Gávea. O tempo estava claro, porém algumas nuvens ameaçavam e me obrigaram, enquanto esperava o grupo, a consultar pelo celular os sites de meteorologia para confirmar se o tempo estaria firme ou não.

Com um grupo em atividades da CS, aonde apenas o Rubens havia participado de uma de nossas atividades (evento do Cristo Redentor), começamos a nossa jornada às 09:00. Início tranquilo como sempre. O Eduardo cancelou o seu churrasco de aniversário para participar do evento. Ticyana, a representante do sexo feminino no grupo, começou a sentir um pouco a primeira parte. Mas, pelos anos que temos operado lá, percebemos que isto é bem normal. Paramos algumas vezes para que o grupo não sentisse tanto esta parte. Alguns de seus amigos até ficaram provocando-a, mas eles mal sabiam que a força física das mulheres aparecem nas próximas partes.

Pois bem, continuamos… andando … andando … e andando. Papo descontraído, permitindo até a escolha de um nome temporário para o grupo: “Barriga pesa mas não derruba”. Chegamos na Pedra do Navio. A galera curtiu bastante o visual de lá. A partir daí começamos a divertida tarefa de ficar subindo e transpondo pedras. Juro que um dia vou escrever algum artigo sobre isto. Mas para isto, eu preciso saber a causa deste efeito.

Em TODOS os eventos da Pedra da Gávea, o desempenho das mulheres dispara. E neste caso não foi diferente. Ticyana começou o seu plano de ‘vingança’ contra seus amigos. E a carrasqueira foi o ponto culminante. Simplesmente a primeira e a mais rápida a subir.

Mas antes de falar da carrasqueira, devo falar sobre a pequena aventura que tivemos logo após a praça da Bandeira, um pouco antes de chegar no mirante. Um volumoso formigueiro com as formigas vermelhas gigantes colocaram em ação o seu plano de conquistar o mundo começando por ali e simplesmente tomaram conta da trilha. A solução: passar por ali o mais rápido possível. No final saiu tudo bem e pudemos continuar a nossa jornada.

Chegando na carrasqueira, tudo foi da forma mais tranquila possível. Mesmo sendo um sábado, existiam bastante pessoas por lá. Ajudamos a algumas pessoas que não eram do nosso grupo a subir e depois demos a jornada rumo ao primeiro mirante. Sendo que, como o tempo ainda estava indeciso (céu claro, mas com nuvens envolta e ventando), optei por irmos primeiro à Cabeça do Imperador para que possamos curtir o visual. E eu aproveitaria para ter uma panorâmica da região para ver como estava o tempo.

Chegando lá, pude perceber que teríamos uma tarde tranquila. Poderia chover, mas se isto acontecesse só seria no final da tarde. E ali aproveitamos para tirar mais fotos e também para comemorar o aniversário do Eduardo com um bolo Ana Maria que foi partido com o canivete do Rubens. Mas, na falta de guardanapo e outras estruturas para apreciar o bolo, resolvemos somente comendo os nossos tradicionais lanches.

O tempo passa e chega a hora da descida. Preparamos os equipamentos e descemos com tranquilidade. Aliás, foi na descida da carrasqueira que o nome do grupo foi formado. Isto deve-se à tangerina (ou mexerica, tanto faz) que o Eduardo estava comendo.

Apesar do risco de enfrentarmos as formigas novamente na descida, isto não aconteceu da forma esperada. Elas haviam feito um recolhimento e a quantidade estava bem menor. Descemos a trilha bem tranquila com bastante assuntos sendo discutidos que ajudaram a passar o tempo. Ao final, o prazer da missão cumprida com toda a tranquilidade que sempre planejamos.

Até a próxima!

Preparação para a descida da carrasqueira

Visual
Visual
Visual
Visual
Pedra
Visual
Grupo
Grupo
Grupo

Informações complementares


Referências por palavra-chave


Relatos do Vivendo CS



Clique aqui para inserir um comentário

Total: 1 comentário(s)

Ricardo Lima em
Essa turma e muito fraca.tem que ser selvaaaaaa.
0 0

 
0 0
Facebook Twitter